1 de novembro de 2012

Merendeiras de batata doce


Hoje é dia de todos os santos e também o dia de todos os fiéis defuntos.
É neste dia que as pessoas fazem rumarias aos cemitérios para visitar os seus entes queridos e depositar algumas flores e velas nas suas campas.

É também neste dia que as crianças andam de porta em porta a pedir o bolinho ou Pão por Deus.

Na noite do dia 31 para 1 é a noite das bruxas, onde alguns jovens se juntam para fazer maldades, como retirar a algumas pessoas mais distraídas coisas e depois coloca-las no largo da localidade para todas as pessoas verem. Assim como espalharem abóboras com velas pelas ruas, entre outras coisas, até algumas menos agradáveis.

Neste dia ou na véspera costuma-se fazer as merendeiras, chamadas de merendeiras dos santos, existem inúmeras receitas destas pequenas delícias, cada terra tem o seu costume e tradição.

A receita que utilizo, já faço à alguns anos, foi-me dada pela minha amiga L., receita essa que ela costuma fazer com os “seus” meninos na escola.


Merendeiras dos Santos
Ingredientes:
2 Kgs de Farinha Branca de Neve
1,5 Kgs de Puré de Batata doce
1,5 Kgs de Açúcar
125 Grs de manteiga
6 ovos
4 Colher de Sobremesa de fermento para bolos
40 grs de erva doce
Canela q.b.
Raspa de 2 limões
Nozes, Passas de uva, Pinhões
Leite q.b.

Preparação:
Descascam-se as batatas-doces, pesam-se e cozem-se.
Reduzir as batatas a puré, juntar a manteiga, o açúcar e os ovos, misturar tudo muito bem, ir juntando a farinha aos poucos e amassando com as mãos para que fique tudo bem misturado, se necessário juntar um pouco de leite de modo que a massa não se pegue às mãos.
Por fim junte o fermento, a erva doce, a raspa de limão e os frutos secos, envolva tudo muito bem e deixe a massa repousar 15 min.


Moldam-se os bolinhos, colocam-se em tapetes de silicone ou em tabuleiros forrados com papel vegetal e leva-se a cozer em forno pré aquecido a 180º.



Nota: Estas quantidades dão muitas merendeiras, eu faço muitas, porque distribuo por familiares e alguns amigos e quando chego ao fim está o tabuleiro quase vazio, mas fico feliz por partilhar com os outros.

3 comentários: